FRUTAS PARA CÃES: SAIBA QUAIS SÃO AS PERMITIDAS

Você sabia que existem frutas que os pets não podem ingerir? Veja quais são

As frutas facilmente surgem em nossa mente quando pensamos em uma dieta rica e balanceada para o dia a dia.

Contudo, no mundo dos pets, é preciso ter uma pouco mais de atenção nesse assunto.

Claro que os animais podem comer várias frutas, mas, ao contrário do que muitos tutores imaginam, nem todas fazem bem à saúde dos nossos bichinhos.

Ao longo deste post, faremos uma lista com as que podem ser consumidas pelos cães, e quais não são indicadas como boas opções de frutas para cachorro Hospital Veterinário.

Fique atento e tire todas as suas dúvidas!

Quais são as frutas proibidas para cães?
Quem convive com pets sabem como eles podem ser apaixonados por petiscos. Muitos tutores aproveitam isso para oferecerem frutas, com o objetivo de agradarem os peludos e também saciar sua fome entre as refeições.

Contudo, não são todas as frutas que os cachorros podem comer. Veja abaixo uma lista com as que não são indicadas para o consumo animal.

Hospital Veterinário

Uvas
Caso você já tenha dado uvas para o seu cachorro ou esteja pensando em incluí-las na dieta no animalzinho, é melhor repensar essa ideia.

Nenhum tipo de uva – seja a comum ou a passa – pode ser oferecido ao animal.

As uvas são tóxicas para os cães, podendo causar problemas nos rins, diarreias, vômitos, dores abdominais e, até mesmo, morte.

São inadequadas para o consumo canino, pois alguns estudos indicam que a sobrecarga dos rins pode estar relacionada a micotoxinas contidas na fruta.

Carambola
Apesar de muito suculenta, a carambola pode causar sérios problemas renais em cães.

Os sintomas vão desde diarreia, vômito, salivação em excesso, até tremores, sangue na urina e outros sinais.

A fruta tem um alto teor de ácido oxálico, responsável por gerar o acúmulo de cálculos na bexiga e nos rins, causando insuficiência renal.

Outra toxina encontrada na carambola é a caramboxina, que causa alterações neurológicas e maior comprometimento dos rins dos animais.

Abacaxi
O abacaxi não chega a ser considerado tóxico, mas também não é indicado para o consumo dos pets.

A sua acidez é um grande problema, podendo ocasionar desconforto e outras complicações estomacais. Então, evite ao máximo oferecer essa fruta ao seu peludo.

Açaí
É um mito que o açaí é benéfico para os cães. A fruta possui uma substância química chamada teobromina, elemento presente nos chocolates e que pode causar intoxicação nos cães.

Nas pessoas, a teobromina é uma das responsáveis por produzir uma sensação de prazer após consumir um alimento. Ela estimula o sistema nervoso e impacta diretamente as funções cardíacas, pulmonares e motoras.

Mas os cachorros não podem consumir o açaí porque não possuem as enzimas necessárias para metabolizar a teobromina.

Ou seja, não são capazes de digerir corretamente o açaí. E isso pode causar sérios problemas gastrointestinais e até intoxicar o pet.

Assim, ficou claro com a lista acima que essas não são as melhores frutas para cachorro! Veja a seguir algumas que podem trazer grandes benefícios para a saúde do seu peludo!

Quais frutas posso oferecer para o meu pet?
Agora que já descobrimos quais frutas devemos eliminar da dieta dos cães, vamos entender melhor quais são as que fazem bem para eles.

Frutas mais indicadas para cachorro
Banana
A banana é uma ótima opção para os cachorros, mas precisa ser consumida com moderação por causa da alta quantidade de açúcar.

Ou seja, é bom evitar oferecê-la aos cachorros que estão acima do peso ou possuem disfunções endócrinas como diabetes.

É rica em vitaminas A, B6 e C, além de fibras e minerais como cálcio, ferro, fósforo, magnésio e potássio.

É uma boa escolha para cães mais ativos, que fazem bastante atividade física durante o dia.

Melancia
A melancia é composta principalmente por água, o que traz muitos benefícios para os cães. É também fonte de vitaminas A e C.

Mas, assim como a banana, a melancia possui alto teor de frutose (açúcar), por isso é importante oferecê-la ao pet em pequenas quantidades.

Lembre-se de retirar todas as sementes e a casca antes de dar a fruta ao seu cãozinho.

Manga
Trocadilhos à parte, o cão pode chupar manga sim! A fruta é rica em vitaminas C e fibras.

É necessário apenas cuidar para evitar o engasgamento com o caroço da manga. Então, antes de dá-la ao pet, tire a casca e corte a fruta em pedacinhos.

Outro ponto importante: ela também possui alta concentração de açúcares. É preciso ter cuidado para não afetar os animais que têm tendência a ganhar peso.

Melão
Outra fruta com maior quantidade de água e que faz muito bem para os pets, o melão é fonte de vitaminas B6 e C, além de fibras e potássio. E é uma das ótimas opções de frutas para cachorro.

Eles podem consumir o melão em pedaços menores, também sem a casca e as sementes.

Alimentação natural para cães: vantagens e desvantagens
A alimentação natural para cães é uma das queridinhas entre os tutores nos dias de hoje. Mas vamos entendê-la um pouco melhor?

Vantagens
Diferentemente das rações, que são processadas e empacotadas, o tutor, de fato, sabe o que o animal está comendo quando opta pela alimentação natural.

E uma coisa é certa: a boa refeição natural conta na maioria das vezes, com alimentos frescos. Isso ajuda na digestão e controle do peso, geram menos problemas alérgicos, reduz o tártaro, entre outros benefícios.

Além disso, com a alimentação é possível melhorar a saúde dos rins e do sistema urinário por causa da alta concentração de umidade dos alimentos.

Desvantagens
Entre as desvantagens de alimentar o cão de forma natural está a necessidade por um bom espaço para guardar a comida congelada.

Outro ponto é que, após passar algum tempo se alimentando naturalmente, o cãozinho pode não aceitar mais a ração.

Vale lembrar que é sempre bom consultar uma clínica veterinária com profissionais especializados a fim de identificar as necessidades nutricionais do seu pet!

Leave a Comment